Autor: Lígia Deslandes

Os quatro meses de 1984 que mudaram a cara do Brasil

Publicado no blog Balaio do Kotscho Foram exatos apenas quatro meses: de 25 de janeiro, dia do primeiro grande comício, em São Paulo, a 25 de abril de 1984, em Brasília, quando a emenda das “Diretas Já” foi derrotada no Congresso Nacional. Depois de 20 anos de regime militar, o povo saiu às ruas para reconquistar o direito de escolher seu presidente da República em eleições diretas. O movimento acabou se transformando na maior manifestação de massas da nossa história e mudou a cara do nosso país, com o povo brasileiro, pela primeira vez, assumindo o papel de protagonista do seu próprio...

Leia mais

Que 2014 venha com todas as suas lutas…

Fiquei pensando se deveria escrever antes de terminar o ano para dizer alguma coisa sobre o que aconteceu em 2013 e desejar coisas para 2014… É isso que as pessoas fazem quando termina um ano e começa outro? Para que serve tanta festa, tantos fogos, tanta comemoração? Na verdade um ano que termina pede reflexão e maturidade para entendermos o caminho que percorremos e que podemos ou não continuar trilhando. O que fizemos que não deu certo? Onde erramos? Que atitudes tomamos que nos fizeram acertar? E o que podemos fazer para que o novo ano que se inicia...

Leia mais

Desenvolvimento Urbano – Entre o Atraso e a Urgência

Ontem vi um punhado de gente reclamando do governo municipal e estadual com relação as chuvas que trouxeram os problemas e as tragédias de sempre às várias cidades do estado do Rio de Janeiro. Não é de hoje que convivemos com isso e as pessoas sofrem e tem o direito de ficar indignadas com a falta de solução para problemas tão recorrentes… Vi uma foto antiga de uma enchente ocorrida por volta dos anos 30 e a foto, pasmem, guarda muita relação com as fotos que vi agora. É como se tudo fosse igual. Como se nada tivesse mudado....

Leia mais

O Golpe da Culpa que o PT Assumiu… E Acordou!

Estava eu lendo e relendo esses dias as reportagens e notícias sobre o julgamento da AP 470 e as palavras de Pizzolato numa das únicas vezes em que pudemos ouvir o que ele tinha a dizer ressoaram em meus ouvidos como algo maior: “Não assumam uma culpa que o PT não teve!” Profunda frase! Lúcida e sincera frase, de alguém que estava sendo julgado por algo que não tinha feito, ciente da luta necessária contra a  injustiça, o julgamento midiático e a trama soturna e golpista que estavam armando contra o Partido dos Trabalhadores. Trabalhou, num primeiro momento, acreditando que...

Leia mais

A Síndrome do Bode na Sala

A justa e correta indignação causada pelas irregularidades nas prisões de parte dos réus condenados pelo STF, no julgamento da Ação Penal 470, tornou-se notícia geral e mote de mobilização de muitos dos que não se conformam com o desenrolar dos fatos. A data conveniente escolhida por Joaquim Barbosa para expedir os primeiros mandados de prisão antes de o julgamento se encerrar, em decisão monocrática, como tanto gosta o presidente do STF, e a sabida prévia notificação aos tradicionais veículos de comunicação, sugerem a intenção de mais um show midiático, como tantos outros acontecidos durante todo esse desenrolar. O...

Leia mais

Assuntos

Ligia_Deslandes_-_Loja_Virtual_Pic

Ligia_Deslandes_-_Loja_Virtual_Pic

dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Cadastre-se no nosso Site