Uma bofetada no preconceito

Por Luiz Carlos de Araújo no Facebook Assim como não preciso ser homossexual pra defender causas como esta, também não preciso aprovar a política econômica-social de base ferozmente capitalista americana pra se alegrar com a importante conquista que os LGBT americanos tiveram ontem. E pra reaça que se julga tão apto e sabichão a expor seus “pontos de vistas” como um expert no assunto, pra começo de conversa, a homofobia é culpada por privar os sujeitos de sua identidade. Sempre que o indivíduo homossexual faz alguma coisa, o julgamento é de que a homossexualidade é a causa… E isso faz tanto sentido quanto dizer que todo brasileiro é malandro…Ninguém foi educado para aceitar o diferente. Fomos educados a temer e a reprimir – às vezes com violência – o que ameaça a nossa zona de conforto. A sociedade obriga que todos sejamos heterossexuais, desde a escolha do nome e das roupas do bebê, que precisam atender aquilo que a sociedade determinou como nomes e coisas de menino ou de menina. Assim, começam a ser criados/educados e violentados para se comportar segundo os preceitos rígidos da sociedade. Caso não sigam as normas, começam a sofrer violências verbais e/ou físicas. Ou seja, a violência sofrida por aqueles que não seguem as normas comprova que a norma não é natural e normal. Se assim o fosse, a violência não seria necessária, pois...

Leia mais