Caminhoneiros, o poder de uma classe precarizada…

  Meu interesse pela classe de caminhoneiros  tem várias nuances. Meu tio que foi caminhoneiro e criou uma empresa de transportes, se tornou rico e passou a explorar os trabalhadores. A convivência difícil com vários deles no momento de greves nas portas das fábricas e terminais de abastecimento de combustíveis e lubrificantes do sindicato em que sou presidenta e a necessidade de estreitamento de  nossas relações. As pautas que muitas vezes são tão próximas, na luta contra as grandes corporações que são as distribuidoras de derivados de petróleo.  Foi quando em 2016 fui procurada por alguns representantes desses caminhoneiros...

Leia mais