Dia 24 de janeiro é o dia “D” de todo o povo brasileiro

  Não vou para Porto Alegre comer churrasquinho e beber cerveja no meio de ruas trancadas para manifestação, que não levo na brincadeira o que há de mais sério na vida: a liberdade¹ e os direitos básicos assegurados. Sem isso perdemos a cidadania, perdemos o orgulho, perdemos o pouco que nos mantém andando nessa estrada de poeiras sufocantes. Vou para por os pés na porta do TRF4, caso os três desembargadores não nos recebam pra ouvir o que temos pra lhes dizer. Não achem tolice ou prepotência, pois seria tolice de quem achar. Nunca se sabe em que momento...

Leia mais