Carta aos Honestos

  Caro amigo brasileiro honesto, hoje eu sei como você se sente porque honesto também sou. Fui criado também por pessoas que me impediram de roubar a caneta do coleguinha ou voltar com o troco errado da padaria. Enfim, como a enorme maioria, sou o mínimo aceitável de um ser humano. Há algumas semanas atrás fez cerca de 12 graus em São Paulo, onde passei a noite. Na entrada do mercado uma família na calçada me pediu pra comprar… um cobertor. Eu comprei, é claro. Posso, graças a muito trabalho. E junto dele comprei uns bolinhos pras crianças numa...

Leia mais