Quem ganha uma corrida, um tubarão ou um cavalo?

Por Bepe Damasco  Antes que imaginem que o tórrido verão carioca queimou de vez os meus miolos, respondo com uma obviedade estelar à indagação metafórica do título deste artigo: depende, se for no mar, o tubarão, mas caso a disputa aconteça em terra, o cavalo, é claro. Contextualizando politicamente a contenda: no que depender apenas do Congresso Nacional, não há a mais pálida esperança de que a oposição parlamentar ao governo Bolsonaro, formada por cento e poucos deputados e cerca de 20 senadores, consiga evitar um retrocesso avassalador, com o fim de direitos civis, políticos, sociais, econômicos trabalhistas, previdenciários,...

Leia mais