1) O que é um paraíso fiscal?
R – Paraíso fiscal é um estado soberano ou uma região autônoma (embora faça parte de um país, tem leis próprias) que vive do turismo e, principalmente do mercado financeiro, oferecendo vantagens aos que lá depositam o seu dinheiro.

2) Que tipos de vantagens?
R – Cobram uma tributação muito baixa ou não cobram (impostos baixíssimos ou ausentes) e têm os seus nomes (dos proprietários) no anonimato. Outra vantagem é que nos sistemas financeiros do mundo todo, os correntistas têm que justificar a origem do dinheiro, quando grandes somas, depositado ou investido na criação de empresas offshores (só têm um cadastro, nem uma sede física, pelo menos uma salinha, têm), nos paraísos fiscais, não.

3) E daí?
R – Daí que o dinheiro aplicado nessas offshores são de fontes ilícitas: narcotráfico, comércio clandestino de armas, grandes desfalques no mercado financeiro formal, tráfico de fauna e flora, terrorismo e, principalmente, corrupção.

4) Porque criam offshores, ao invés de serem simplesmente correntistas dos bancos aí existentes?
R – Como correntistas viveriam de juros e aplicações, sem poderem negociar fraudulentamente com empresas, lavando dinheiro sujo nos países de origem.

5) Me dá um exemplo.
R – A Rede Globo de Televisão comprou todos os direitos de transmissão da última Copa do Mundo (para transmitir no Brasil e exportar imagens e conteúdos jornalísticos). Acontece que quem comprou foi uma offshore da Globo, que vendeu esses direitos, por um preço várias vezes maior, à Rede Globo no Brasil, e assim a Globo mandou para fora do país, clandestinamente, muitos milhões de dólares, praticando lavagem de dinheiro (caixa-2 e transações obscuras), evasão de divisas e sonegação fiscal.

6) Que outras empresas têm offshores?
R – A maioria das empresas as tem.

7) E pessoas físicas?
R – Muitas. Têm sheiks, reis e rainhas, grandes empresários internacionais, políticos…

E brasileiros?
R – Sim. Sim, o Mossack Fonseca, uma empresa panamenha de corretagem de offshores denunciou que políticos ou parentes de políticos ligados ao PDT, PMDB, PP, PSB, PSD, PSDB e PTB têm offshores.

9) Nomes!
R – Eduardo Cunha, Delfim Netto, Paulo Skaf, Aécio Neves, Tasso Jereissati, José Serra, FHC… Recentemente descobriu-se que os Ministros Blairo Maggi, da agricultura, o maior plantador de soja do mundo, tem uma offshore. Outro que tem é o Ministro Henrique Meirelles. Ele alegou que é para depositar a sua aposentadoria no Bank of Boston, onde foi presidente mundial. A sua aposentadoria é de US$ 150,000.000, cerca de quarenta milhões de reais por mês. Além de offshores da Globo, os irmãos Marinho, donos da Globo, têm offshores em seus nomes, pessoais.

10) Há alguém do PT, citado como proprietário de uma offshore?
R – Como temos grandes empresários no PT, seria temeroso afirmar categoricamente que não, mas as organizações responsáveis por rastreamento de dinheiro, os serviços de inteligência de muitos países, hackeres, a Polícia Federal brasileira e o Banco Central ainda não descobriram nenhum nome petista ou de parente de petista ligado a offshores.
Como é de enorme interesse do sistema a continuidade da queima da esquerda brasileira, via mídia, isto nos dá a quase certeza de que não há. Os “offshorianos” não se vestem de vermelho, mas com camisas da CBF.

Por Francisco Costa no Facebook