Por que querem vender a BR Distribuidora e outras subsidiárias da Petrobrás?

Você já parou para questionar o real interesse em quererem vender a BR, a empresa distribuidora de derivados de petróleo do Sistema PETROBRAS? Por que uma empresa de energia, como a PETROBRAS, pretende voltar a ser uma simples produtora de petróleo? E por que uma PETROBRAS, que dizem “quebrada”, sempre que lança títulos para vender no mercado, a fim de se financiar, obtém uma procura de compra muito maior que a oferta? Será que os investidores estrangeiros comprariam esses títulos se a PETROBRAS estivesse mesmo quebrada? Vender a BR, e ativos como a TRANSPETRO, a LIQUIGAS, entre outros, por conta dos momentâneos problemas financeiros do Sistema PETROBRAS, é o “mote” defendido pelo mercado, em parceria com a grande mídia, com a desculpa de “salvar” a PETROBRAS. Mas, na verdade, por traz dessa pretensa “salvação” da empresa, há um fortíssimo projeto para desmonte da cadeia de petróleo do Brasil, cujo foco está voltado para a venda da BR DISTRIBUIDORA, da TRANSPETRO e da LIQUIGAS, o que fatalmente nos regredirá à condição de “colônia explorada”. Ora, é fato que a PETROBRAS, hoje, possui o maior endividamento das empresas do setor petrolífero do mundo. Contudo, também é fato que o Brasil possui reservas de petróleo suficientes e a sua maior empresa nacional possui a expertise, mais que reconhecida, para explorar essas reservas, saldando as suas dívidas e continuando crescendo como nos últimos...

Leia mais