A Síndrome da Ignorância Política

Home  »  Denúncias  »  A Síndrome da Ignorância Política
9 fev 2014 42 Comentários ›› ld@admin

Acabei de crer. Ignorância é coisa que muita gente tem medo de debater. Chego a essa conclusão lendo alguns comentários nas redes sociais. O que há de ignorância, estupidez, generalização, ausência de pensamento crítico e falta de noção em muitos desses comentários é algo impressionante! E a escolaridade não tem nada a ver com isso. É como se estivéssemos diante de uma nova síndrome, a Síndrome da Ignorância Política!

Para além das redes sociais, nos deparamos todos os dias com pessoas com as mais diversas escolarizações que se pronunciam de forma generalista e simplista sobre os assuntos que estão em voga na mídia. Esses dias conversando com um amigo, ele teve coragem de, a partir de suas experiências na empresa que trabalhou, fazer uma analogia da fuga de Pizzolato para a Itália e dizer que se fugiu, mostrou que é culpado. Comecei a argumentar de que ele ao ir para a Itália seria o único a ter condições de demonstrar todos os erros e problemas que aconteceram no julgamento da AP 470, já que o julgamento no Brasil foi totalmente político e não levou em conta as provas nos autos. Não adiantou… Em sua mente, a crença generalista de que quem foge é culpado está cristalizada. O que fazer! Ele, mesmo diante de provas contundentes da inocência das pessoas iria se convencer?

Outro dia, conversando com um taxista, desconstruí muitos dos argumentos que ele tinha sobre o Governo e o PT com outros argumentos. Mas, notei que suas crenças sobre o assunto, não foram totalmente abaladas. A generalização e o pensamento único prejudicavam sua forma de pensar.

Crenças!!! São com elas que a ditadura e a imprensa trabalharam habilmente para monopolizar as opiniões, colonizar as mentes. Para isso contaram com uma rede de integrantes entre muitos empresários e alguns  trabalhadores. Enquanto as esquerdas lutavam para restabelecer a democracia com duros embates contra as forças políticas internacionais e nacionais que queriam manter o Brasil dependente e subalterno a um projeto colonial de modernidade, a mídia formava as mentes para que esse projeto se desenvolvesse na sociedade a partir do próprio cotidiano das pessoas, segundo sua concepção de sociedade: Ricos cada vez mais ricos em detrimento dos pobres cada vez mais pobres.

Como esse conceito de sociedade poderia se alojar nas consciências? Onde estariam escondidas a inteligência e compreensão humanas? Onde teria ficado a tolerância e a solidariedade! De que forma a habilidade das pessoas em usar a mente para discernir se foi? Quando a capacidade das pessoas de conhecer a história e entender os movimentos sociais e políticos esvaneceu-se?

Fui ler Walter Mignolo e Enrique Dussel de novo para entender melhor isso. E compreendi o quanto foi providencial e eficaz essa inserção do projeto global colonial enraizar-se na vida cotidiana das pessoas. Tudo que temos hoje na sociedade foi criado e manipulado por um projeto global de capitalismo construído a partir das histórias de cada região e das histórias de vida das pessoas. A ditadura formou as mentes dentro desse processo.  O processo de democratização com todas as suas lutas aconteceu num ambiente legitimado pelas crenças que a própria ditadura colonial capitalista formou, com ajuda da mídia e dos oportunistas que assim como em outros países também temos aqui.

Assim, é compreensível que o único partido que, de fato, foi construído em bases populares  não tenha conseguido eleger Lula como presidente por tantas vezes e só o tenha conseguido fazendo concessões à elite politica colonialista que governava há muito   tempo o país.

É compreensível que apesar de estar no Governo nesses dez anos, o PT ainda não tenha o poder de promover todas as mudanças que gostaria, nem tenha conseguido governar sem aparelhar a máquina pública com muitos de seus adversários e que até mesmo alguns que fizeram parte do projeto do PT fossem cooptados por seus adversários.

É compreensível também que as demais forças políticas de esquerda não tenham conseguido entender a dinâmica desse contexto e que lutem somente por se promover dentro do cenário político nacional, se aliando, muitas vezes, aos adversários políticos do PT contra o próprio PT.

Mas é notório que o projeto político que o PT está desenvolvendo há dez anos com todos os problemas oriundos das concessões feitas ao capital e à elite está preocupando as forças políticas capitalistas e coloniais a ponto de fazer com que essas forças desenvolvam novos mecanismos de ocupação do poder, entre eles a criminalização através do judiciário.

Isso não está acontecendo a toa. É necessário que façamos um esforço para uma análise mais aprofundada do contexto político, deixando de lado as ideias generalistas que a formação colonialista nos impôs.

Fazendo isso, é possível perceber que os grandes tesouros que o PT trouxe para o país, não foram somente as melhorias econômicas e sociais na vida do povo brasileiro. O PT vem desmascarando desde 2003 até o momento atual a hipocrisia do sistema político nacional e seus mecanismos de imposição de uma cultura colonialista no país.

Cada vez mais compreendemos que nossa história política e social esteve aprisionada durante longos anos nos porões da ditadura. Ainda não conseguimos nos libertar totalmente das mentiras e enganações que nos foram contadas nesse período, mas, estamos aprendendo a duras penas que precisamos fazer o rito de passagem para uma nova forma de política.

Nosso amadurecimento enquanto povo vem passando por algumas reflexões e conclusões, a partir das experiências nessa última década. Cito aqui algumas delas:

  • Parte da sociedade brasileira sempre foi racista e elitista e sempre se preocupou somente com seus privilégios.

  • A mídia corporativa sempre esteve ao lado dos poderosos para se beneficiar politicamente e economicamente e nunca esteve do lado do povo.

  • O sistema judiciário é um apêndice da elite colonialista, aparelhado para criminalizar os pobres e aqueles que os defendem e dar vida boa aos ricos e poderosos que estão há anos usufruindo das benesses do sistema.

  • Educação não é só escolarização. As experiências de vida se somam ao aprendizado. Assim, não basta ter-se escolas, mas, uma educação de qualidade comprometida com as necessidades do povo.

  • Grande parte dos empresários brasileiros nunca se preocupou com a sociedade brasileira, mas, somente com os lucros que eles poderiam usufruir, o que durante muito tempo deixou o país endividado.

  • Nosso sistema político faz com que nossos representantes fiquem amordaçados a empresários colonialistas.

  • Grande parte dos médicos do Brasil nunca se preocupou com a saúde da população, mas, somente com seus privilégios capitalistas e corporativistas.

  • Não se pode governar sem participação popular e apoio direto ao projeto de país que se quer construir.

  • Política não é coisa de políticos, é cidadania colocada a serviço da sociedade e do povo. A criminalização da política e dos partidos só serve à mídia e a elite brasileira.

Seria ótimo que pudéssemos aprofundar essas reflexões entre nós e em todo o país. Por mais que as redes sociais sejam realmente um belíssimo instrumento de discussão e contraponto a tudo que até então vinha formando a opinião de todos nós brasileiros, é importante que façamos o corpo a corpo com o maior número de pessoas possível, debatendo esses assuntos.

Eu por mim, irei construir a partir de março desse ano, em minha casa, um grupo para debater política e as possibilidades de transformações sociais e urbanas, uma vez por mês. Que outros possam fazer o mesmo ou pensem em outras alternativas possíveis.


Comentários

  1. Rita Candeu disse:

    Perfeito

    é alentador ler seu texto

    bjs

    • ld@admin disse:

      Obrigada, Rita! Antes de qualquer coisa ele é para mim fonte de reflexão. Espero que também sirva para outros da mesma forma.

      • Marcos disse:

        Sua reflexão tocou em pontos válidos a respeito dos problemas de análise das pessoas a respeito de política, mas fica difícil lhe dar crédito quando fala em imparcialidade e ao mesmo tempo defende o PT, a maior organização criminosa da história do mundo.
        Já ficou claro que a “ditadura” não foi um golpe, mas um contra-golpe contra os comunistas que iam implantar uma ditadura do proletariado aqui. Era uma época de menos esclarecimento, e talvez muitos não soubessem que se tratava do regime mais genocida que já houve, mas hoje é inadmissível defender o comunismo e também o PT.
        Os valores democráticos que você exalta são caros a todos nós, independente de direita e esquerda, mas defender bandidos é ser cúmplice, me desculpe a franqueza. No caso, são ladrões e responsáveis por muitas mortes nas filas de hospital e pela escalada da criminalidade. A história foi mal contada, a democracia não é uma luta que pertence á esquerda.

        • ld@admin disse:

          Pelo que você está dizendo parece que não consegue fazer diferença entre a responsabilidade entre os governos federal, estadual e municipal e é muito complicado você ter uma noção tão rasteira sobre o comunismo. Na antiga URSS o comunismo não existiu. O que aconteceu lá foi uma mistura de fascismo com capitalismo já existente. O comunismo é uma doutrina social, segundo a qual se pode e deve “restabelecer” o que se chama “estado natural”, em que todos teriam o mesmo direito a tudo. Isso é ruim? De qualquer forma nem em 1964 e nem agora existem pessoas querendo implantar o comunismo no Brasil. Só fala isso quem não conseguiu ainda analisar de forma consciente o nosso processo político. Eu defendo o PT sim, e não escondo isso. Tenho lado e não faço como muitos que se dizem isentos escondendo o lado a que pertencem de fato. Fico preocupada quando você diz que o PT é a maior organização criminosa da história do mundo. Triste saber o quanto você está equivocado. De onde você tirou essas idéias? Da mídia bandida que escreve mentiras todos os dias? Dos partidos de oposição que estão no Congresso e no Senado mais sujos do que pau de galinheiro que roubam o Brasil desde a ditadura? Do Judiciário corrupto e vendido que temos onde só membros da elite tem acesso? Não estou aqui para mudar sua opinião e nem quero fazer isso, mas, acho que seus critérios de julgamento estão profundamente influenciados por uma lógica de bem e mal que não cabe mais no pensamento racional atual onde lidamos com uma sociedade extremamente complexa. Os partidos são feitos de pessoas que erram ou acertam em maior ou menor proporção. Sou sim pela democracia e pelo aperfeiçoamento de nosso processo democrático. E digo, NÃO AO GOLPE! O que está sendo perpetrado é um Golpe de Estado sim como foi em 1964. Não contra o comunismo, que não existe em lugara nenhum do mundo e nunca existiu de fato no Brasil, mas sim, contra nossa soberania e contra a oportunidade de desenvolvermos nosso país e nossa sociedade tornando-nos uma potência mais forte e também mais humana e solidária.

      • RAIMUNDO SANTANA disse:

        Gostei bastante do seu texto e alinho meu pensamento ao seu. Sinto-me sozinho nessa árdua batalha de combater o bom combate quando se tem um paredão de desinformados e alienados á toda prova de racionalidade. Além disso não conto com tão alta cultura e discernimento como no seu caso.

        Gostaria de acompanhar seus artigos e quero com saber como fazê-lo.

        • ld@admin disse:

          Esteja à vontade para ler os artigos no Blog e também acompanhá-los quando os coloco nas redes sociais. Você pode acessar o Blog da Ligia Deslandes no Facebook também. Obrigada pelos elogios. É a luta cotidiana que nos faz ter consciência e paciência histórica para poder combater o bom combate e aprender. Abraços…

    • vanja disse:

      Parabenss, Adorei tudo isso. Maravilha!! nós brasileiros temos que ser mais esclarecidos e para isso temos que ler mais.

  2. Evandro melo disse:

    POIS É. NOTA-SE QUE O (?) NEM SEI COMO CLASSICÁ-LO, POIS TEMO SER MUITO DURO COM CERTOS INDIVIDÚOS, PARECE ATÉ DOENTES MENTAIS, A DESCLASSIFICAR OS SEUS ANTAGONISTAS. ÀS VEZES PEÇO CALMA PARA NÃO SEMOS MAL EDUCADOS, MAIS NÃO TEM JEITO.

  3. Beto Pedroso disse:

    É, ligia… seu texto é realmente esclarecedor, mas como disse o jornalista Leonardo Sakamoto, “a ignorância é, realmente, um lugar quentinho”.

  4. Maurício Carvalho disse:

    Excelente análise, chamar para uma conversar para termos o entendimento do momemto , o qual vivemos.

  5. Aldenôra Moraes disse:

    Muito bom mesmo! Parabéns! É um alento, saber que não sou a única, com esse tipo de preocupação. Também fico chocada, com tantos comentários desqualificados e, muitas vezes, completamente descontextualizados. Mais ainda quando vou olhar o perfil do ou dos comentaristas e vejo que, quase todos têm curso superior, inclusive, são professores, tanto no ensino médio, quanto no ensino universitário! Penso que já é hora de quem teve a oportunidade de fazer uma graduação, não se dê mais o direito de cometer erros, que nem mesmo o senso comum comete, e não me reporto aos erros gramaticais, mas ao conteúdo, completamente desprovido de conhecimento e sabedoria.

    • ld@admin disse:

      Tive a oportunidade de ler muitos livros e ter desde os seis anos de idade. Minha mãe só tinha até a quarta série do 1° grau, mas, lia de tudo e fazia questão que seus filhos lessem e a gente discutia os livros que lia em casa. O grande problema é que muita gente foi escolarizada somente e dai não consegue ter argumentos qualificados. Temos que ajudar.

  6. maria meneses disse:

    Eu venho seguindo a política brasileira desde o tempo da ditadura. Leio muito , gosto de ler. Tenho seguido esse processo do mentirão desde a CPMI do parlamento. Tenho dificuldades para conversar com pessoas da direita empedernida. A mídia vem fazendo um trabalho de desconstrução do PT e dos políticos em geral há muito tempo. Lembram-se de uma personagem do Chico Anísio um político bêbado que dizia ” eu sou mas quem não é”. Já era o ovo da serpente sendo chocado. Quando percebi isso, parei de assistir Chico, de tanta raiva que fiquei. É difícil explicar para as pessoas o que está ocorrendo porque corações e mentes já foram conquistados. Os partidos de esquerda se acomodaram. O trabalho que temos pela frente é duro, mas tem que ser feito. Creio que a direita está fechando o cerco contra nós. Não podemos nos apavorar. Grupos de estudos serão sempre oportunos ,para que não façamos besteiras, e saibamos dar respostas à altura.

  7. andré disse:

    Lígia, no que concerne a ‘ignorância’ observa-se que é uma rua de mão dupla. A ignorância pode estar indo e vindo. Da direita para esquerda, assim como da esquerda para direita. Achar que a razão está somente de um lado e não atentar para outros argumentos é que levam à ‘ignorância’ na sua plenitude. “Posso não concordar com o que dizes, mas defenderei até a morte o teu direito de dizeres” (VOLTAIRE).

    • ld@admin disse:

      Concordo com você, em parte, André! Estou sempre me dando conta da minha própria ignorância, pois, penso que, mais do que convencer alguém sobre ser bom ou ruim, ter pensamentos negativos ou positivos, ser de esquerda ou de direita, tenho a faculdade de refletir e pensar a respeito do meu próprio pensamento a cada momento que atuo na vida. É disso que estou falando. As crenças nos fazem dividir o mundo em dois estados e isso atrapalha sobremaneira o pensamento na hora de analisarmos algo. Só não tenho como fazer com que as pessoas entendam o texto da mesma forma que eu. O texto será para cada um o reflexo de suas experiências e crenças.

  8. Mario Alexandre disse:

    Ao ler “Fazendo isso, é possível perceber que os grandes tesouros que o PT trouxe para o país, não foram somente as melhorias econômicas e sociais na vida do povo brasileiro. O PT vem desmascarando desde 2003 até o momento atual a hipocrisia do sistema político nacional e seus mecanismos de imposição de uma cultura colonialista no país” juro que fiquei esperando que exemplificasse esses tesouros e de que forma o PT vem desmascarando a hipocrisia do sistema. Vc tocou em dois temas de grande profundidade, mas não discorreu sobre eles. Quem não gosta do PT (tenho mais críticas que aplausos a ele) sai com um pensamento claro daqui : “Ah ela menciona que o PT fez muita coisa para o Brasil mas não exemplifica porque elas não existem e essa mulher é só mais uma petralha”. Não conhecia os argentinos citados na matéria mas já fiz pesquisa e me interessei. Vou atrás de material deles.

    • ld@admin disse:

      Mario, o texto de um blog não é uma tese de doutorado e não pode ser tão longo. Além disso, quando escrevo, faço, em primeiro lugar para colocar meus pensamentos e minhas idéias em ordem e pensar sobre eles. Fui refletindo comigo mesma sobre a conjuntura e os fatos e o que leva tantas pessoas a falarem e escreverem coisas sem pensar, sem refletir, obstinadamente de forma agressiva, sempre colocando nos outros a razão de seus problemas. Foi isso que me levou ao texto. Por mais que muitos não queiram as hipocrisias nacionais foram desmascaradas sim nessa década e foi o PT que ajudou a fazer isso. Ah, quanto ao autores argentinos, espero que lhes sejam úteis, como foram para mim no mestrado.

  9. Arlindo disse:

    Como é bom encontrar um texto como o seu logo de manhã.
    Anima o dia todo.
    Parabéns pela análise lúcida e alentadora.

  10. Pedro Garschagen disse:

    A realidade para alguns é “irritante”, e esse texto com certeza vai irritar alguns !!!
    PARABÉNS !!!!!!!!!!!

  11. silvio disse:

    Fico feliz de saber que outras pessoas compartilham esse sentimento e começam a organizar grupos de estudos políticos. Tenho conversado sobre isso com alguns amigos.

  12. Antonio Claudio de Jesus disse:

    Sábias palavras!

  13. eliana brasiliense pimentel batista disse:

    Achei bastante esclarecedor o seu texto e gostaria imensamente de particiar desse grupo de estudo que voce esta formando. Tenho tido dificuldade dentro da minha casa para explicar o por quê das coisas na politica. Tive uma formção humanistica e politica (nao partidaria), mas meu mariso e filhos estao totalmente sob influencia da midia e dos amigos reacionarios e nem vou falar do meu circulo de “amizade”. Estou cada vez mais isolada por conta das minhas posicoes politicas. O mundo esra dominado pelas forças do capital e da direita. Ja estou me sentido anti-social. Hoje mesmo na academia de ginastica, me revoltei com comentario de outras pessoas a respeito do caso do adolescente que foi acorrentado pelo pescoço aos ser brutalmente espancado por rapazes da classe media que se auto-denominam “justiceiros”. Apos o depoimenti de um deles a reporter da globo de que nao se sentia arrependido e que continuaria a espancar “bandidos” ja que a policia e nem os politocos tomam providencia. A reaçao de 90% dos ouvintes da sala de solidaeizaram com o “bandido da classe media” que se diz justiceiro. Ja nao aguento mais essa situaçao de coisas. Estou pedindo para sair da brincadeira. Boa noite e tenha sucesso na sua empreitada!

  14. Osvaldo disse:

    Na época da ditura participei de passeata a favor dos candidatos do MDB, único partido de oposição ao regime.
    Como todos jovens acreditava que esquerda era a solução para um país mais justo e igualitário. Cuba e a URSS exemplo reais e bem sucedido, bom, era dessa forma que meus professores exaltava.
    Com o tempo fui percebendo que o discurso de vitimização “imperialismo dos ianques, Roberto Marinho/rede globo, capitalismo selvagem e a ditadura direitista” são os responsáveis pelo nosso atraso é uma hipocrisia.
    Quem pensa que o mensalão não existiu, que o supremo agiu por perseguição ao PT distorce os fatos.
    1) Quem denunciou o esquema foi e ainda é aliado do governo (Roberto Jeferson) , esse é um tipico caso de briga na hora da partilha muito comum na literatura policial.
    2) Os julgadores, mais de 70% deles nomeados pelos governos petista, inclusive o Dias Toffoli já atuou por muito tempo como advogado de defesa do PT e sua namorada estava advogado em favor de réus num claro conflito de interesse. Se fosse inverso, um dos juizes tivesse advogado para o PSDB ou para alguém do governo de FHC teríamos uma saraivada de denuncias e acusações de toda sorte, lembram do caseiro no caso Palocci.

    • ld@admin disse:

      Prezado, eu conheço os autos do processo. Você conhece? Eu vi as provas. Ninguém me contou. E as provas da inocência deles estão lá e são milhares. Além disso, ainda surgiram outras provas que o Joaquim Barbosa havia escondido em processos e inquéritos separados por sigilo de forma a que o outros magistrados não pudessem analisá-las. As nomeações para o STF do Governo obedecem a uma lista que quem escolhe não é o governo e todo mundo sabe disso. Com relação a Joaquim Barbosa considero que o Governo errou e errou feio, pois, quem foi rejeitado num teste psicológico para a carreira diplomática não poderia ser juiz do STF. Não estou aqui a falar de nomeações que mereceriam um artigo à parte. O PT errou sim, quando fez caixa 2 igual aos outros partidos e pensou que poderia ser julgado da mesma forma. Agora Mensalão não houve e as provas estão lá. Falo de provas abundantes. Milhares de provas nos autos mostrando a inocência dos réus. O Judiciário tem o dever de cuidar da Justiça e não de fazer política.

    • Marcos disse:

      Mandou muito bem. Estes são ainda piores que aqueles.

  15. Norax disse:

    Gostaria de uma explicação mais aprofundada, no que tange a burguesia capitalista, comparada por exemplo ao sistema de governo cubano, gerenciado pela familia Castro a mais de 55 anos, e do qual o PT é simpatizante nos quesitos de trazer novos tesouros para o nosso Brasil. Lembrando que antes da familia Castro assumir, o pais tambem era governado por uma dita burguesia sangue suga, e sob o mesmo pretexto de liberdade ao povo, assumiu o poder, supostamente implantando uma filosofia economica esquerdista caviar, que perdura até os dias atuais … poderia elucidar isso? Gostaria de que me desse uma luz sobre o assunto, vai ser interessante.

  16. Norax disse:

    Foi o que pensei :D … o texto só é conveniente se o for elogiado, ou se o mesmo for rebatido com argumentos, que corroborem com a possibilidade de rebate no contexto do mesmo … mas se for questionado em um comparativo … ele será apagado pela moderação como o foi. Ao qual transcrevo novamente :

    “Gostaria de uma explicação mais aprofundada, no que tange a burguesia capitalista, comparada por exemplo ao sistema de governo cubano, gerenciado pela familia Castro a mais de 55 anos, e do qual o PT é simpatizante nos quesitos de trazer novos tesouros para o nosso Brasil. Lembrando que antes da familia Castro assumir, o pais tambem era governado por uma dita burguesia sangue suga, e sob o mesmo pretexto de liberdade ao povo, assumiu o poder, supostamente implantando uma filosofia economica esquerdista caviar, que perdura até os dias atuais … poderia elucidar isso? Gostaria de que me desse uma luz sobre o assunto, vai ser interessante”

    Não trata-se de síndrome de política da ignorância … mas sim de uma arte manha Gramscista, para reprogramação de ideias. Parabéns pelo seu mestrado, seja lá onde ele foi feito :D

    • ld@admin disse:

      O seu texto não foi apagado! Ele ainda não tinha sido aprovado. O meu mestrado foi na Universidade Federal Fluminense. Não creio que seja de bom senso para debatermos algum assunto, você fazer julgamentos. Não fico na internet o tempo todo. Meu blog não é financiado por ninguém a não ser pelo meu desejo de refletir sobre muitos assuntos que nos tocam a todos. Vou respondê-lo mais tarde, no primeiro texto que enviou.

      • Norax disse:

        Certo … mas não estou preocupado com a relação de julgamentos de nada, se vc se inflamou com aquilo que vc considera pejorativo a sua formação, é uma escolha sua. Quem sabe o que é, não precisa se justificar. Ficar na internet?!? Estava de oassagem e achei o texto apenas pertinente e fiquei, curioso :D Tmabem não me interersa se vc recebe pelos seus pensamentos ou não. Quanto a responder, mais tarde … fique a vintade para faze-lo quando bem desejar :D

        • ld@admin disse:

          Meu caro, porque tanta agressividade? O blog é meu e nele coloco meus pensamentos e minhas reflexões e cada um que ler o que eu postar vai tirar as suas próprias conclusões que dizem respeito as suas próprias idéias e experiências. Não entendi e achei esquisito algumas coisas que você disse! O que você quis dizer com eu achar algo pejorativo na minha formação? Eu não pensei nada disso… Ficou curioso? Que bom! A curiosidade é que nos faz buscar novas informações e novas ideias. Por falar nisso, deixe-me pergunta-lo. Você conhece Cuba? Já esteve lá? Conhece os problemas cotidianos da população de Cuba? Viveu lá algum tempo? As informações que tenho são de pessoas que foram lá e viveram lá algum tempo. Eu mesma, pretendo ainda, nos próximos anos, ir até lá e em outros lugares e conhecer de perto o que tantos falam. O sistema de Governo de Cuba é totalmente diferente do nosso e não posso afirmar que seja melhor ou pior, porque não vivo a realidade deles. Sei que eles tem taxa de analfabetismo Zero! Tem a melhor medicina do mundo, inclusive, com vacinas que já produzem contra o câncer de pulmão, por exemplo. Saúde e educação totalmente gratuitos para todos. Sei que a população sofre há anos com o embargo norte-americano que, de fato, prejudicou sua economia. Isso é uma aberração contra o povo cubano. E não vale dizer que é para defender democracia, pois, nos EUA, a democracia deles tem suas limitações também.

  17. Juliano disse:

    Nao consigo acreditar que alguem que concluiu um mestrado pode formar este tipo de conclusao lamentavel e cega. A ignorancia existe de ambos os lados, mas a cegueira está mais acentuada onde a estrela brilha. Isso eh fato! Quem está de fora consegue melhor enchergar a sujeira atual….

    • ld@admin disse:

      Cego é aquele que não é capaz de enxergar as várias formas de ver o mundo. Cego é também aquele que apesar de ter fatos e dados nas mãos insiste em continuar sendo cego. Espero que não seja essa a sua posição…

    • marcia disse:

      Sinceramente, a partir de números, alguém poderia comparar governos FHC com os governos Lula e Dilma? Só quem está fechado ao novo não percebe como o Brasil foi menos injusto com a sua população real. Dureza recuperar a massa miserável que a ditadura e os anos FHC deixaram no país. A classe média no BR é lamentável.

  18. Estou extremamente satisfeito por localizar este website.Queria dizer obrigado a VC com relacao a essa otima leitura! Eu certamente gostei de todos as partes dele e tenho VOCE nos favoritos para verificar coisas novas que voce publicar.

Responder

Você deve logar para comentar.